Bem-estar

15/08/2016 09h00

Yoga: tesouro para o mundo

Literalmente, Yoga significa "União" – união da respiração com o corpo, da mente com os músculos e, o mais importante, união do eu com o divino.

Por Nosso Bem Estar

Parmath Niketan | Arquivo Nosso Bem Estar
Voga

Yoga não é uma religião. É uma ciência antiga que leva à saúde no corpo, à paz na mente, à alegria no coração e à libertação da alma.

A Índia legou ao mundo um dos seus mais preciosos tesouros, o yoga. Estátuas de divindades executando ásanas (posturas) e praticando meditação, com mais de 10 mil anos, foram encontradas em escavações arqueológicas no Vale do Hindu, antigo território indiano.

As primeiras referências filosóficas surgiram com os Vedas há cinco mil anos e, no século II antes de Cristo, o sábio Patanjali descreveu em versos a trajetória a ser seguida por quem quer conquistar todos os benefícios que o yoga tem a oferecer. Segundo ele, são oito os estágios (passos) rumo à iluminação, que incluem atitudes para serem adotadas no dia a dia de quem busca o equilíbrio perfeito entre corpo, mente e espírito.

Os ensinamentos espirituais da ciência e arte milenar do yoga chegaram ao Ocidente na década de 1920 com o mestre indiano Yogananda que aportou nos Estados Unidos e aos poucos foi ganhando adeptos naquele país e em outros, brindando milhões de praticantes com seus benefícios.

Um dos maiores eventos mundiais de yoga é realizado desde 1999 na cidade sagrada de Rishikesh, no norte da Índia, onde os Beatles fizeram um retiro de meditação na década de 60 e acabaram colocando-a no mapa do mundo.

Nesta cidade, às margens do rio Ganges e aos pés do Himalaia, acontece anualmente o Festival Internacional de Yoga (geralmente em março) no centro (ashram) Parmarth Niketan. Rishikesh é considerada a capital mundial do Yoga e oferece uma profusão de centros para aulas e cursos em diferentes modalidades tais como Ashtanga Yoga, Raja Yoga, Bhakti Yoga, Kundalini Yoga, Iyengar Yoga, Vinyasa Yoga, entre outras.

Em Oito Passos

O Yoga é um caminho de transformação pessoal. Mudando o nosso mundo interior, mudamos o mundo a nossa volta. Literalmente, Yoga significa "União" – união da respiração com o corpo, da mente com os músculos e, o mais importante, união do eu com o divino. Yoga não é uma religião. É uma ciência antiga que leva à saúde no corpo, a paz na mente, alegria no coração e à libertação da alma. O sábio Patanjali descreveu o caminho em oito passos:

YAMAS - Observâncias externas. Ética/disciplica social: não violência (Ahinsa); compromisso com a verdade (Satya ); honestidade (Asteya); evitar má conduta sexual (Bramacharya); desapego (Aparigraha).

NYAMAS - Observâncias internas.  Ética/disciplina pessoal: pureza do corpo, fala e mente (Saucha); atitude de contentamento (Santosha); autosuperação, disciplina, persistência (Tapas); autoestudo (Svadhyaya); entrega, devoção (IsvhvaraPranidhana).

ASANAS - Posturas físicas. Devem ser firmes e confortáveis.

PRANAYAMA - Exercícios respiratórios específicos para o controle da respiração. Prana (força vital) + ayama (expansão).

PRATYAHARA - Recolhimento dos sentidos das experiências externas – imagens, sons e sensações – que alimentam o pensamento, um dos maiores obstáculos para a meditação.

DHARANA - Concentração. Direcionar nossos esforços ao objetivo pretendido sem distrações paralelas.

DHYANA - Meditação em si, consiste em parar o fluxo do pensamento.

SAMADHI - Despertar da ilusão dos condicionamentos. Liberação final, o estado de iluminação. 

X