Família

27/06/2016 09h00

6 dicas para dar banho no seu pet sem bagunça

Os banhos são os momentos ideais para fortalecer laços e cuidar da saúde do seu pet

Por Nosso Bem Estar

Arquivo Nosso Bem Estar
Banho

Muitas pessoas nunca deram banho em seu pet em casa, ou têm muita dificuldade para fazê-lo, acabando perdendo horas a fio e só conseguindo muita bagunça e um cachorro secando pela casa

Muitas famílias estão apertando os cintos dentro de casa por conta da crise, e um dos itens do orçamento que mais pesam são os gastos com o pet. Quem tem cachorro ou gato em casa sabe: é a ração, o banho semanal ou quinzenal, a ida ao veterinário, antipulgas e vacinas, totalizando um importante montante ao final do mês.

E, como fica difícil economizar em muitos desses itens essenciais para a saúde do seu pet, o banho no pet shop é aquele que acaba sendo cortado primeiro. No entanto, muitas pessoas nunca deram banho em seu pet em casa, ou têm muita dificuldade para fazê-lo, acabando perdendo horas a fio e só conseguindo muita bagunça e um cachorro secando pela casa.

O mais importante é: se o banho for dado em casa, ele deve seguir todos os passos. Caso seu animal seja de grande porte ou pelo longo, é possível espaçar os banhos, mas nunca o deixe molhado secando sozinho ou sem uma escovação adequada.

Para ajudar você nessa tarefa separamos no artigo de hoje 6 dicas para dar banho em cães em casa. Confira:

1. Comece pelos ouvidos

Entrar água no ouvido de cães pode ser algo muito perigoso, causando inflamações e irritações. Por isso, sempre comece limpando os ouvidos externamente (apenas um veterinário poderá limpar a parte interna), e aproveite para deixar um chumaço de algodão em cada orelha para proteger o ouvido durante o banho.

2. A escovação sempre precede o banho

Antes de colocar o seu pet debaixo do chuveiro é preciso escovar toda a sua pelagem. Esse processo não vai apenas remover todos os pelos mortos, mas ajudará na absorção do shampoo e do condicionador e na hora da secagem correta. Utilize uma escova macia para cães de pelo curto, e a de metal para cães com pelos longos e lisos.

3. Temperatura da água

A água deve estar sempre morna. A temperatura fria pode deixar os cães doentes, enquanto a água quente pode queimar a pele e irritar mucosas.  O chuveiro é uma excelente opção para dar banho em pets, já que é um ambiente fechado que impede os medrosos de fugirem, e que possibilita um excelente controle da temperatura da água. Além disso, o chuveirinho acoplado em muitos chuveiros facilita a retirada de água da cabeça, sem molhar o focinho e os olhos.

4. Shampoo e condicionador

Devem ser usados apenas e exclusivamente produtos desenvolvidos para uso pet. Os produtos para humanos podem irritar a pele e causar lesões. Passe o shampoo duas vezes, sempre no sentido do rabo para a cabeça, esfregando bem. Essa e a hora de checar se o seu animal está com lesões na pele, machucados, falhas na pelagem e caroços pelo corpo.  Na hora do condicionador, tenha cuidado para remover todo o produto ao final e, se achar necessário, essa é a hora de passar a escova para tirar os últimos nós dos pelos.

5. Secagem

Seque o máximo que conseguir dos pelos com uma toalha grande. Depois utilize o secador na temperatura média, e longe do corpo do animal, para secar a pelagem. Essa etapa é uma das mais importantes do banho, pois caso não seja feita corretamente, pode causar doenças de pele e permitir a instalação de colônias de fungos e ácaros, prejudicando a saúde do seu animal.

6. Hora do mimo!

Banho dado e pelagem seca? Chegou a hora de mimar o seu pet para que ele continue adorando tomar banho. Vale levar para passear, brincar bastante no quintal e oferecer biscoitos e aperitivos especiais para eles.

Sua família costuma dar banho nos pets em casa? Qual a dica de vocês para um banho perfeito? Compartilhe conosco nos comentários!

X