Bem-estar

22/06/2016 09h30

Por que ficamos mal humorados quando estamos com fome?

A fome faz com que nosso cérebro tenha mais dificuldade de lidar com a raiva

Por Nosso Bem Estar

Arquivo Nosso Bem Estar
Mau humor

Para quem está de dieta, o mau humor pode ser ainda mais comum. Por isso, é imprescindível montar um cardápio balanceado e preventivo contra as flutuações de humor.

Você já percebeu que ficamos mais irritáveis e mal humorados quando estamos há muito tempo sem comer? Pois saiba que essa sensação é verdadeira e explicada cientificamente!

A fome explicada fisiologicamente

Quando não nos alimentamos em intervalos suficientemente regulares, diversas substâncias começam a faltar no nosso corpo. E o nosso cérebro é sempre o primeiro a perceber isso, devido à falta de glicose, o que provoca um raciocínio mais lento e dificuldade de concentração.

Nesse estado, algumas substâncias de estresse são liberadas, como a adrenalina e o cortisol, que nos deixa mais nervosos e prontos para agir rapidamente. Isso acontece, pois o nosso corpo interpreta a fome como uma situação de risco de vida. Por outro lado, outras substâncias essenciais para o nosso equilíbrio têm sua produção afetada.

A serotonina, por exemplo, é uma substância neurotransmissora com papel fundamental para conseguirmos regular nossa agressividade. Quando ficamos muito tempo sem comer, os níveis da serotonina no nosso cérebro começam a variar, atrapalhando a comunicação entre diversas regiões cerebrais, inclusive as responsáveis por respostas emocionais e comportamentos sociais. Como consequência, temos dificuldade de controlar nossa raiva, ficamos mais facilmente zangados e nos sentimos prontos para uma briga.

E isso não acontece apenas quando estamos sem comer há um certo tempo, mas também quando estamos com fome, iniciamos uma refeição e somos interrompidos antes de terminarmos e nos sentimos saciados.

Felizmente, logo que começamos a comer, principalmente se for uma refeição bastante saborosa e nutritiva, nossos níveis de neurotransmissores voltam ao normal e, rapidamente sentimos uma sensação de bem-estar.

Cuidados com a dieta evitam o mau humor proveniente da fome e da má alimentação

Esse mecanismo é muito eficiente para nos lembrar de que precisamos comer corretamente e em intervalos regulares. A indicação dos nutricionistas é que é preciso comer antes de atingirmos um estágio de fome excessiva. Em geral, um intervalo maior do que três horas entre as refeições pode afetar nosso equilíbrio fisiológico.

Além disso, os alimentos que escolhemos têm papel fundamental no nosso bem-estar emocional entre as refeições. Doces e alimentos gordurosos, por exemplo, acabam causando picos de glicose no nosso corpo, mas que caem muito rapidamente após as refeições. Ou seja, sentimos fome mais tempo e ficamos mal humorados mais facilmente.  Por isso, o ideal é sempre escolhermos pratos com carboidratos integrais e muitas fibras, que seguram a digestão dos nutrientes, mantendo-nos alimentados por mais tempo.

Para quem está de dieta, o mau humor pode ser ainda mais comum. Por isso, é imprescindível montar um cardápio balanceado e preventivo contra as flutuações de humor. Uma forma de fazer isso é incluir alimentos importantes para o equilíbrio dos neurotransmissores e os que contenham boas doses de minerais, como o magnésio e o cálcio, a vitamina B6 e o aminoácido triptofano.

Alguns exemplos de alimentos que devem ser incluídos na sua dieta são: castanha-do-pará, nozes e amêndoas; leite e iogurte desnatado; frutas como melancia, abacate, mamão, banana, laranja, limão e maça; mel; ovos; carnes magras e peixes; carboidratos complexos e integrais; folhas verdes; e soja.

Está se sentindo muito mal humorado, com falta de concentração e dificuldade de raciocínio? Esses também são sintomas de deficiência da vitamina B12. Faça uma avaliação com um médico ou um nutricionista e descubra se seu mal-estar pode estar ligado à alimentação.

Quer ficar sempre sabendo das últimas atualizações do portal Nosso Bem Estar? Curta a nossa página no Facebook e acompanhe os artigos publicados por aqui!

X