Bem-estar

04/01/2016 19h19

Cuidados alimentares no verão

As temperaturas elevadas contribuem para agravar o problema da segurança alimentar.

Por Nosso Bem Estar

Arquivo Nosso Bem Estar
Cuidados alimentares no verao rp 16

As temperaturas elevadas contribuem para agravar o problema da segurança alimentar.

Por conta das altas temperaturas, o verão é uma estação propícia para intoxicações alimentares. Diferente do que a maioria das pessoas acredita, é no ambiente doméstico que ocorre a maior incidência de contaminação.

Estudos mostram que 44% das intoxicações ocorrem em casa, enquanto apenas 17% acontecem após consumo de comida em restaurantes e lanchonetes. Dentre esses casos, 70% se devem à má manipulação e ao preparo inadequado dos alimentos.

Muito presente em ovos, que são utilizados na confecção de cremes e maioneses, a Salmonela é a bactéria responsável por cerca de 60% das intoxicações provenientes dos alimentos no Brasil.

Confira a seguir o que fazer para evitar ou reduzir as chances de se adquirir uma intoxicação alimentar.

Prevenção e limpeza são muito importantes

  • Antes de manipular alimentos, sempre lave as mãos, principalmente após ter ido ao banheiro ou ter manipulado dinheiro.
  • Lave todas as latas compradas no mercado, sejam elas de alimentos ou bebidas, afinal, você não sabe como é a limpeza no depósito do supermercado.
  • Se possível, faça gelo com água potável.
  • Atente-se para a higiene pessoal do vendedor de onde você compra alimentos. O cabelo deve estar preso ou sob uma rede, as unhas devem estar aparadas e as vestimentas limpas.
  • Prefira comprar frutas e alimentos embalados.

 

Cuidados e atenção em casa

  • Evite descongelar o alimento em temperatura ambiente. Embora seja mais demorado, é mais seguro que o alimento descongele dentro da geladeira.
  • Nunca manipule verduras e carnes cruas ao mesmo tempo. Um alimento pode contaminar o outro.
  • Não use a faca que cortou a carne crua para cortar a carne já cozida.
  • Tenha tábuas de corte para carnes cruas, carnes cozidas e verduras.
  • Tenha panos de pratos específicos para secar louças e para enxugar as mãos.
  • Embale os alimentos de forma individual e guarde-os respeitando as temperaturas de conservação.
  • Proteja os alimentos de insetos e roedores, eles são potentes agentes de contaminação.

 

Fora de casa o cuidado deve ser redobrado

  • Sempre que for comer em algum restaurante, verifique se o estabelecimento possui alvará de funcionamento.
  • Preste atenção à limpeza do local.
  • Evite ingerir cremes caseiros, maioneses ou então preparação que leve ovos em sua composição.
  • Opte sempre por alimentos cozidos e assados.
  • Os bufês em que são armazenadas as comidas devem possuir termômetros mostrando as temperaturas. As comidas quentes devem estar com temperaturas acima de 65ºC enquanto as comidas frias devem estar acondicionadas em temperaturas inferiores a 5ºC.
  • Evite pedir gelo nesses estabelecimentos.
  • Não consuma alimentos de vendedores ambulantes que não possuam o mínimo de condições, como local de armazenamento e preparo do alimento.
  • Intoxicação alimentar é um assunto de saúde pública e deve ser levado a sério, principalmente no verão.
  •  

E você, já conhecia os cuidados a serem seguidos para evitar essas contaminações? Tem alguma outra dica ou informação para compartilhar sobre segurança alimentar? 

X