Saúde Integral

26/05/2015 11h18

Conheça o Chi-kung!

Prática milenar chinesa desenvolve habilidades para conservar, equilibrar e restaurar sua energia vital

Por Maria do Horto Palma Moraes

FurmanAnna/IStock/NBE
Istock 000017263027large

Chi-kung: força da energia vital

A cultura e as artes chinesas para a saúde e o bem-estar chegaram ao Ocidente com muita força e com a proposta de prevenção e preservação da energia vital, num momento de grande desarmonia entre os seres humanos e a natureza. Cada vez mais impressiona favoravelmente aos ocidentais a prática do Chi-kung, uma habilidade e uma das melhores técnicas para o domínio da energia vital, transmitida de geração a geração entre os chineses, há milhares de anos, muito mais antiga que a própria Medicina Tradicional Chinesa.

O Chi-kung vem atraindo a atenção dos cientistas e aumentando as pesquisas que constatam a sua eficácia e investigam seus mecanismos de ação, em vários países, especialmente na China.

O QUE SIGNIFICA CHI-KUNG?

Chi é a energia primordial fundamental para a vida em si. Chi significa Energia (Prana, Qi, etc.) encontrada em toda a natureza e em todos os seres vivos. Kung quer dizer ciência, estudo ou força. Então um dos significados para Chi-kung seria a “força da energia”. O Chi é uma energia imprescindível para a saúde. Pela forma artificial como vivemos, perdemos muito da nossa energia vital ou Chi.

Os exercícios de Chi-kung desenvolvem habilidades para conservar, equilibrar ou restaurar o Chi melhorando a circulação e fluxo livre dessa energia em seus canais próprios, os meridianos da acupuntura. Transformá-la em energia benéfica, repor as insuficiências e eliminar os excessos, aprender a aumentá-la, entrando nos reservatórios ilimitados de chi, expandir sua quantidade até mergulhar no inextinguível e inesgotável oceano do Chi Cósmico Natural para curar o corpo, a mente e o espírito para si próprio e para outras pessoas são alguns dos objetivos do Chi-Kung.

ESTILOS

Existem muitos estilos de Chi-kung na China, desde os de ênfase religiosa até os estilos praticados nas diferentes artes marciais orientais. Há também estilos especiais usados em hospitais para auxiliar a medicina convencional no tratamento de diversas doenças, sobretudo, o câncer, a artrite e a hipertensão.

O Chi-kung como arte (entende-se como uma habilidade) vai buscar a energia essencial cósmica pela estimulação da circulação da energia corporal através da respiração, dos exercícios mentais e movimentos corporais específicos para aumentar a saúde nos mais diversos aspectos: físico, mental, emocional, espiritual, etc.

Saúde para os chineses é um estado de equilíbrio entre as diversas formas de energia da natureza, sem faltas nem excessos. Com a intenção de restabelecer e manter esse equilíbrio, evitando e revertendo o adoecimento, o Chi-kung é um dos recursos da Medicina Tradicional Chinesa.

CATEGORIAS DE CHI

O Chi existe, está presente em tudo e os chineses classificam-no em três categorias primordiais: Chi do Céu, Chi do Humano e Chi da Terra. O Chi do Céu é o maior e o mais poderoso. Contém o Chi da Terra e dentre esses dois está a Humanidade, o ser humano com o seu próprio Chi, que é um Chi de ligação entre o Céu e a Terra.

O povo chinês acredita que o Chi Humano é controlado pelos Chi do Céu e da Terra, por isso o ser humano precisa compreender como essas energias funcionam. Precisa saber como preservar e usar a sua própria energia adequadamente, para ter uma vida com mais qualidade e mais saudável, colocando em circulação os três tipos de Chi (Céu, Humano e Terra), interligando-os para equilibrar o Chi Humano.

PRATICANDO

Na prática, o Chi-kung, com a força da respiração, da mente e do movimento corporal, faz circular a energia vital. Limpa e transforma o Chi dos órgãos e dos sistemas do organismo; estabelece trocas de energias negativas em positivas e aprofunda a circulação de energia pelos seus canais próprios (os meridianos). Acessa a essência pura da nossa Força Interior, que pode transformar a energia essencial universal (do Céu) em energia vital (da Terra) e em mais energia essencial, capaz de iluminar a mente e o corpo do ser humano. As artes chinesas têm como objetivo reacender a luz da percepção, fazendo circular a energia em corpos “apagados” pelas toxinas, pelas emoções negativas, pelas síndromes diversas e pelas doenças.

Os grandes Mestres de Chi-kung, atingindo níveis superiores de desenvolvimento da energia (Chi), foram considerados os precursores da Medicina Tradicional Chinesa, pois se atribui a eles com suas práticas de Chi-kung a percepção da existência dos canais de energia do corpo (meridianos) e dos pontos de acupuntura.

AUTOCONHECIMENTO

O Chi-kung pode ser praticado interna e externamente. O Chi-kung Interno é aquele praticado pela pessoa para melhoria de sua própria saúde. São exercícios que envolvem os recursos próprios de respiração, postura e consciência. O Chi-kung Externo é quando um praticante se prepara, capta e concentra mais energia e projeta sua energia sobre uma pessoa a fim de melhorar suas condições de saúde. No Chi-kung Interno o praticante conduz internamente uma interessante viagem de autoconhecimento, na qual exercita o corpo e a mente de uma forma simples e descontraída percorrendo cada célula, cada tecido, cada órgão, cada víscera e cada sistema de seu corpo até atingir os canais de energia mais sutis, tomando consciência de sua natureza e constituição: uma energia mais densa (material ou física) até uma energia mais leve, suave e sutil (alma, espírito, corpo etérico), inserido num Universo Pleno de Energia Essencial Cósmica.

A prática do Chi-kung, portanto, promove o autoconhecimento e desenvolve potencialidades adormecidas no corpo-mente e pode se constituir num caminho evolutivo espiritual. Desenvolvendo a consciência do Chi no organismo, aprende-se a desbloquear, abrir os canais de energia, o que significa limpar esses canais para que o Chi circule, organize e equilibre a energia essencial do corpo-mente-espírito, promovendo bem-estar e longevidade saudável.

BENEFÍCIOS

O objetivo desta prática é beneficiar a saúde através da preservação, renovação da própria energia, capacitando a pessoa a desenvolver sua própria energia em relação e em harmonia com a Energia Chi do Universo, aumentando a saúde em todos os seus múltiplos aspectos. Diminuindo a freqüência cardíaca, a pressão arterial, reduzindo os níveis de cortisol, principal causador de estresse, melhora a circulação de sangue, diminuindo a dor, amenizando a depressão, aumentando a eficiência do sistema imunológico. Por isso todo o praticante de Chi-kung bem treinado goza de boa saúde e dificilmente adoece.

TREINAMENTO

O treinamento dessa habilidade envolve vários níveis: primeiro o da conservação da energia, segundo o do seu equilíbrio, terceiro o da transformação e quarto o da concentração para captar, potencializar e envolver-se num Universo de energia, o oceano Cósmico de Chi natural e primordial.

Cada nível habilita um domínio do Chi:

1º nível: Conecta a pessoa com o Chi externo, do Céu, do Humano e da Terra, para reabastecer o próprio Chi. Neste o praticante aprende a sentir as energias que estão fora de seu corpo, aprende a atraí-las e a absorvê-las no seu próprio corpo e processá-las para sua própria cura.

2º nível: Abre os canais principais de energia (os meridianos) reguladores da energia no organismo e aprende a receber o Chi Cósmico.

3º nível: Aumenta a energia nos pontos e ao longo dos canais, aprende a fortalecê-la, equilibrá-la e preparar para a cura.

4º nível: Aprende a multiplicar o poder de energia e emití-la para fora do corpo com o objetivo de curar os outros. Nesta fase, a meditação torna-se fundamental.

5º nível: Ativa a energia das mãos para emissão de Chi para a própria cura e a de outras pessoas.

O Chi-kung pode ser praticado por pessoas de todas as idades, desde que tenham compreensão do que é transmitido, pois requer algum conhecimento a respeito de energia ou pré-disposição para entender e aceitar seus conceitos. O Chi-kung veio para ficar e ensinar o ser humano a se perceber, se conhecer e se equilibrar antes de ser atacado por energias nocivas; cuidar de si mesmo internamente, ter mais saúde e uma melhor qualidade de vida.

Maria do Horto Palma Moraes é instrutora e praticante de Chi-kung


 

X