Crescimento pessoal

07/07/2014 11h03

Você deve meditar para tomar melhores decisões

Sessões curtas aumentam a concentração e trazem o foco para o presente

Por Redação JE

JORNAL DO EMPREENDEDOR/ DIVULGAÇÃO/ NBE
Meditar

Liberar a mente de situações passadas pode ser muito simples

Imagine que você pode tomar grandes decisões apenas fechando os olhos, limpando a sua cabeça e se concentrando na sua respiração. Se a ideia lhe soa atraente, é melhor experimentar.

Um novo estudo de pesquisadores do INSEAD e da University of Pennsylvania’s Wharton Business School descobriu que a meditação pode ajudá-lo a tomar melhores decisões.

Em “Debiasing the Mind through Meditation: Mindfulness and the Sunk-Costs Bias”, os autores escreveram que sessões curtas de meditação podem reduzir a quantidade de decisões que você toma com base em informações do passado que não tem relação com suas escolhas atuais.

Não sabe meditar? Então presta atenção na dica super simples desse vídeo...

Os pesquisadores analisaram a forma como a meditação pode ajudar os líderes a evitar tomar uma decisão com o chamado “viés de curso afundado”. Esse viés é a razão das guerras não acabarem rapidamente, das parcerias ruins não terminarem logo, e por isso, você não pode cortar os gastos após o investimento, mesmo sabendo que não haverá retorno.

Foco no momento presente

A chave é que a meditação muda nosso estado de espírito e tira nosso foco dos eventos passados, relações e situações – bem como dos futuros resultados prováveis – para o foco no presente.

Em 2 estudos, os pesquisadores conduziram 2 grupos de pessoas que tinham que tomar decisões, em que os membros de 1 dos grupos meditavam por 15 minutos antes de tomar uma decisão. Esse grupo não tomou decisões relacionadas com o seu “viés de curso afundado”.

A equipe, durante o estudo, descobriu também que meditar pode aumentar o seu humor – uma outra maneira da sua mente tomar melhores decisões.

*Este artigo foi adaptado do original, “Why You Should Meditate Your Way to Better Decisions”, da Inc.

Fonte: Jornal do Empreendedor - www.jornaldoempreendedor.com.br

X