Beleza

13/06/2014 15h57

Gorduras localizadas trazem riscos à saúde

Conheça algumas dicas para combater a barriguinha saliente

Por Juliana Rodrigues - Portal Sare

FOTYMA/ ISTOCKPHOTO/ NBE
Istock 000033447528small

Reduzir a circunferência abdominal ajuda a prevenir doenças graves

Muito além de conquistar um corpo bonito e a boa forma, reduzir a circunferência abdominal é uma questão de saúde. Segundo um estudo realizado nos Estados Unidos, pessoas que têm gordura localizada na barriga possuem mais riscos de desenvolver doenças do que aquelas que estão obesas ou acima do peso.

Ainda que o indivíduo tenha o índice de massa corporal normal, o risco de sofrer infartos, derrames e problemas cardíacos chega a ser três vezes maior, se comparado com aqueles que, não tem gordura acumulada na cintura. De acordo com especialistas, isso acontece porque o tecido adiposo que se acumula na região do abdômen produz substâncias prejudicais a saúde e ao coração.
 
Existem dois tipos de gordura abdominal, a visceral que acumula-se nas camadas profundas do abdômen, em volta dos órgãos, e é a mais perigosa; e a gordura subcutânea, que acumula-se na região em que chamamos de culotes. Especialistas alertam que a medida da circunferência abdominal não pode ultrapassar de 80 centímetros para as mulheres e 94 centímetros para os homens.
 
A gordura abdominal geralmente decorre de maus hábitos alimentares, como consumir alimentos industrializados, bebidas alcoólicas, refrigerantes e sedentarismo. Para combatê-la e ficar longe dos perigos de doenças cardiovasculares, o mais recomendado é manter uma alimentação balanceada, rica em frutas, legumes e cereais, assim como praticar atividades físicas regulares.
 
Exercícios aeróbicos como caminhada, bicicleta e corrida são os mais recomendados para combater o excesso de peso abdominal. Manter o acompanhamento de um proifissional para diagnosticar o tipo de gordura é importante, pois ele pode indicar um tratamento de acordo com as necessidades de cada paciente.
 
Alguns passos para combater a gordura localizada:
 
- Evite tomar liquidos durante as refeições. O hábito além de interferir na acidez gástrica, também impede a absorção de nutrientes, vitaminas e minerais importantes para a digestão e formação de gases;

- Coma de três em três horas, pois isso irá saciar a fome, impedindo que ingira grandes quantidades na hora da alimentação, além de favorecer nas funções do metabolismo;

- Evite comer alimentos muito salgados, pois são responsáveis pela sensação de inchaço na área abdominal. Tenha atenção ao se tratar de molhos prontos para saladas, refrigerantes e azeitonas, evite o exagero e se possível o consumo;

- Tome chás que contribuem para a digestão e são responsáveis por acelerar o metabolismo, como por exemplo o chá verde, que também provoca a queima de gorduras;

- Evite o consumo de carboidratos durante a noite, pois o organismo necessitará da mesma quantidade de energia do que durante o dia para digerí-los. Neste caso a energia pode ser armazenada e transformada em gordura.

Fonte: Portal Sare - www.sare.com.br

X